Skip to content
Entre Crie sua conta

Rendimentos no Mercado Pago

Conheça a biblioteca

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada

Conheça a biblioteca

Imposto de Renda 2023: respostas para as dúvidas mais comuns

Pessoa se organizando para fazer a declaração do seu Imposto de Renda com ajuda do Mercado Pago

Uma vez por ano, os brasileiros precisam se organizar para fazer a declaração do Imposto de Renda (IR), tributo cobrado pelo Governo Federal. Sabendo da importância do acerto de contas com a Receita Federal, o ideal é ficar atento aos prazos para não ter que arcar com multas de atraso, ter mais tempo para as correções se necessárias ou, ainda, poder receber a restituição antes. 

O Imposto de Renda 2023 pode ser declarado a partir das 8h da manhã do dia 7 de março até às 23h59 do dia 30 de abril. Para você conseguir se programar sem esquecer de nada, reunimos as informações mais importantes sobre o assunto. 

 

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2023? 

 A declaração do Imposto de Renda é obrigatória nas seguintes situações:

  • Recebeu mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis (salário, valores do INSS, aluguéis, rendimento de investimentos, pensões, entre outros. Além disso, não esqueça dos valores do auxílio emergencial se houver);
  • Recebeu rendimentos isentos, , não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, acima de R$ 40 mil (indenizações trabalhistas e de seguros, herança, doações, entre outros específicos);
  • Obteve ganhos na venda de bens, por exemplo, imóveis com lucro;
  • Realizou operações na Bolsa de Valores;
  • Possui bens ou direitos acima de R$ 300 mil;
  • Passou a ser residente no Brasil até 31 de dezembro de 2022;
  • Teve receita bruta anual acima de R$ 142.798,50 em atividade rural. 

📖 Planejamento financeiro: guia definitivo para começar o ano em ordem

Como e onde a declaração deve ser feita? 

A declaração do Imposto de Renda 2023 é feita pelo programa gerador da Receita Federal que está disponível para ser baixado, tanto pelo desktop, quanto por algum dispositivo móvel (você pode fazer o download gratuito do programa no site oficial da Receita Federal ou na loja de aplicativos do seu dispositivo).

Abaixo, fizemos um passo a passo simplificado para você entender as principais etapas de como realizar sua declaração. Confira:

 

Passo 1: Separe seus documentos 

Antes de começar a declaração, é importante garantir que tem todos os documentos necessários. A lista varia conforme a realidade financeira de cada pessoa, mas, em geral, é necessário: os informes de rendimentos da sua conta, dos seus investimentos e empresa empregadora, além dos dados referentes a empréstimos e financiamentos, bens e direitos e recibos de gastos com educação e saúde, entre outros. 

Normalmente, os informes de rendimentos são enviados por e-mail ou acessados diretamente na plataforma da sua  instituição financeira. Aliás, caso precise acessar o informe de rendimento da Conta Mercado Pago, basta seguir o passo a passo abaixo: 

 

  1. Faça o login na sua conta no nosso site;
  2. Clique em "baixar” - Informe de Rendimentos 2022 para download do arquivo.

 

Atenção: não é possível fazer o download do informe de rendimento da sua conta Mercado Pago pelo app. Essa opção está disponível apenas via desktop. 

Além disso, para esse ano temos uma novidade na declaração, quem adquiriu Criptomoedas em 2022 precisará declarar. Então se você fechou o ano anterior com, pelo menos, R$ 5 mil em criptomoedas será necessário ter os comprovantes em mãos.

Veja como acessar o informe de rendimento desses investimentos no Mercado Pago:

 

  1. Acesse a opção “Criptomoedas” no app Mercado Pago; 
  2. Selecione as criptos que possui investimento;
  3. Procure em movimentações o preço de compra dos ativos (caso exista mais do que uma compra para o mesmo ativo, será necessário contabilizar o preço médio). 

Passo 2: Baixe o programa da Receita Federal

Se for usar o computador, baixe o programa do Imposto de Renda 2023 no site da Receita Federal. Já no celular ou tablet, faça o download do aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível para dispositivos iOS e Android. 

A instalação é simples, basta seguir o passo a passo na tela.

❗ Dica: caso tenha alguma dúvida, você também pode consultar o link "Instruções de instalação", disponível na mesma tela de download.

 

Passo 3: Comece a preencher seus dados

 Com os documentos em mãos e o programa instalado, o próximo passo é clicar em “Criar nova declaração” se for sua primeira vez ou “Importar dados da declaração de 2022” se já tiver feito antes. Depois disso, é só começar a preencher os dados necessários, lembrando sempre de ter atenção redobrada nos campos financeiros.

Nessa etapa, é preciso escolher entre a declaração simplificada ou completa. A primeira aplica um desconto de 20% sobre todos os rendimentos tributáveis. Ela é indicada para quem não ultrapassou R$ 16.754,34 em cima dos valores recebidos. Já o segundo modelo é para quem teve mais gastos dedutíveis (saúde, educação, entre outros) no ano, superiores a 20% da renda tributável. 

❗ Dica: se tiver alguma dúvida, é só clicar em "Ajuda” no canto direito da tela. Lá, você consegue acessar um tutorial feito pela própria Receita. Além disso, quanto aos modelos de declaração também não precisa se preocupar, pois o programa informa qual é a opção mais vantajosa para você.

 

Passo 4: Cheque as informações antes do envio

Depois do preenchimento dos dados, o próximo passo é a conferência com muita atenção. Se estiver tudo certo, basta clicar em "Entregar declaração" e salvar o recibo - você vai precisar dele no próximo ano. 

Por fim, é só aguardar a restituição - o valor entrará automaticamente na conta informada. Neste ano, a novidade é que você poderá receber via Pix também, mas só será aceito a chave cadastrada com o CPF. 

 

👉 Leia também: Descubra como traçar e atingir metas financeiras mais assertivas com ajuda das soluções do Mercado Pago. 

 

Quais são os prazos da restituição? 

A restituição do Imposto de Renda é o valor pago a mais de imposto pelo contribuinte. Lembrando que ela é feita em lotes, configurado como os grupos de pessoas que vão receber a restituição. Além disso, esses lotes consideram o tempo em que você entregou sua declaração. Ou seja, quem entregou antes, recebe primeiro.

Outro ponto importante é que idosos, pessoas com deficiência física, mental ou enfermidade grave e professores têm prioridade. 

Confira o calendário da restituição do Imposto de Renda 2023:

 

Lote

Data de pagamento

31/05/2023

30/06/2023

29/07/2023

31/08/2023

30/09/2023

 

 

Planeje-se para declarar seu IR com calma e segurança

Sabendo o que precisa para fazer sua declaração, é importante um planejamento para reunir os documentos necessários e ter em mãos seus gastos e ganhos. Por exemplo, os informes de rendimentos da sua conta são enviados no seu e-mail ou facilmente acessados pelo aplicativo ou site da instituição financeira que usa. 

Se antecipe e evite imprevistos que possam causar prejuízos com o pagamento de multas, ficar com seu CPF irregular ou, em caso mais externos, responder pelo crime de sonegação fiscal (a punição pode chegar a até dois anos de prisão). 

 


 

💡 Leia também:

Imposto de renda: como declarar investimento e rendimento Mercado Pago
Restituição do Imposto de Renda: como funciona e quem tem direito?
Como declarar seus rendimentos no Imposto de Renda?
Como funcionam os impostos sobre rendimentos da Conta Mercado Pago
Como declarar criptomoedas no Imposto de Renda?

 

Declare seu Imposto de Renda com segurança e sem dor de cabeça

 


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados