Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Portabilidade de empréstimo: o que é e como funciona

Entenda como transferir o empréstimo de uma instituição financeira para outra.
Mulher apresentando dados de uma folha para outra mulher

A evolução do mercado financeiro tem facilitado a vida das pessoas, principalmente com o surgimento de soluções que otimizam processos e possibilitam que as instituições troquem informações entre si, o que favorece seu acesso a produtos e serviços de crédito.

Uma delas, por exemplo, é a portabilidade de empréstimo, que entre suas principais vantagens conta com a redução de juros nos contratos e melhora as facilidades para seu pagamento.

Descubra, abaixo, como funciona esse serviço e as vantagens que ele pode te oferecer. 

 

O que é portabilidade de empréstimo


A portabilidade de empréstimo é uma troca de dívida. Essa solução, criada pelo Banco Central do Brasil em 2013, permite que os consumidores encontrem uma nova instituição financeira para quitar seu débito em aberto, oferecendo um pagamento com condições mais vantajosas. 

Esse processo, cujas regras são definidas pelo Conselho Monetário Nacional, tem como objetivo estimular a concorrência entre os bancos, além de diminuir os juros e o Custo Efetivo Total (CET) da dívida, que engloba taxas, despesas, tributos e tarifas que compõem o valor do empréstimo.  

 

Como funciona a portabilidade de empréstimo


Na prática, a portabilidade funciona como uma transferência de dívidas para um banco ou instituição financeira. Assim, você tem a liberdade de passar seus empréstimos para uma nova empresa que ofereça benefícios, como taxas de juros menores e prazos mais atrativos. 

Esse processo vale para qualquer tipo de empréstimo ou financiamento, como o cheque especial, cartão de crédito, financiamento de veículo, crédito consignado, entre outros, e, segundo o Banco Central, a instituição financeira é obrigada a aceitar o pedido de portabilidade.

Vale ressaltar que, exceto nos contratos de imóveis e leasing (modalidade de contrato que associa aluguel e venda à prestação através de uma técnica especial de financiamento), a portabilidade não prevê cobrança de taxas, mas algumas empresas cobram um valor referente ao cadastro. 

Por isso, o ideal é fazer simulações em mais de um banco, analisando todos os custos e, antes de realizar a portabilidade, é importante se atentar a alguns pontos, como: 

 

  • Comparar taxas de juros

Geralmente, o objetivo de quem faz a transferência de um empréstimo para outro banco é trocar a dívida por outra com juros menores, representando uma grande economia no montante total. 

 

  • Escolher o melhor banco

Depois de analisar e comparar as taxas, é hora de escolher qual é a melhor opção para o seu bolso. Observe atentamente as ofertas e, então, inicie os processos de transferência da dívida. 

 

  • Entrar em contato com seu banco

Para fazer a portabilidade do empréstimo, você deve solicitar algumas informações sobre a sua dívida na instituição financeira em questão, sendo que ela tem a obrigação de fornecer esses dados, como o número do contrato, saldo devedor atualizado, demonstrativo de evolução do saldo devedor (DDC), modalidade de crédito, taxa de juros anual (nominal e efetiva), sistema de pagamento, valor de cada prestação, especificando o valor principal e os encargos, entre outros. 

 

  • Conversar com a nova empresa

Escolhida a instituição para qual o empréstimo será transferido, chegou o momento de revisar todas as informações, como os termos e condições. Com isso, o processo de portabilidade é iniciado e em um prazo de cinco a sete dias úteis, o banco irá transferir o dinheiro para a empresa credora da dívida original, liquidando o empréstimo.

 

👉Leia mais: Saia do vermelho: como negociar dívida e recuperar a sua saúde financeira

 

Vantagens da portabilidade de empréstimo


Reduzir o montante da dívida e ter uma melhor relação com o credor são os objetivos mais comuns de quem procura a portabilidade de empréstimo. Além disso, existem muitas outras vantagens de considerar essa possibilidade. Confira algumas delas: 

 

  • Possibilidade de trocar de banco: você, como consumidor, não precisa se sentir “amarrado ao banco”. Caso esteja insatisfeito, essa é uma forma de poder mudar de instituição e escolher uma opção que atenda melhor às suas necessidades. 

 

  • Fugir dos juros e taxas altas: livrar-se de juros abusivos também é uma grande vantagem de transferir seu empréstimo e, assim, ter acesso a condições mais atrativas.

 

  • Operação sem custo: a boa notícia é que não há cobrança de multas ou taxas caso o cliente opte pela portabilidade de empréstimo. Além disso, não é permitido aos bancos realizarem vendas casadas como seguros e outros serviços. 

 

  • Chances de renegociar os juros com seu banco de origem: é comum que o banco tente fazer com que o cliente permaneça e não faça a portabilidade do seu empréstimo. Ou seja, ele pode fazer uma contraproposta de renegociação que garanta ser mais vantajosa. 

 

  • Qualquer valor pode ser transferido: você pode fazer esse processo com qualquer valor de empréstimo, mas para isso é preciso estar atento à escolha da nova instituição, pois dependendo da sua escolha, existe o risco de gerar uma dívida ainda maior. 

 

Reduza suas dívidas e reorganize sua saúde financeira!


Organizar as dívidas e manter um bom controle dos seus gastos é a melhor forma para garantir mais qualidade financeira. Uma ótima dica nesse sentido é ficar de olho nas soluções que o mercado oferece que podem ajudar a garantir mais tranquilidade e mais dinheiro no seu bolso.

Comece a cuidar melhor do seu dinheiro e melhore sua saúde financeira.

 

Nova call to action


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados