Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

CDB: saiba o que é, tipos e como investir

Saiba como funciona um dos investimentos mais simples e seguros para multiplicar seu dinheiro.
Um homem sorridente mexendo no computador

Para quem está começando a investir, uma das principais recomendações é aplicar o dinheiro em investimentos de renda fixa, uma modalidade que mostra, logo no início, quanto de juros irá render. Dentre as diferentes opções disponíveis, os CDBs (Certificados de Depósito Bancário) são os mais conhecidos e populares, pois estão disponíveis na maioria dos bancos, além de serem seguros e com boa rentabilidade. 



O que é CDB? 


O CDB é um investimento de renda fixa oferecido por diversas instituições financeiras. Na prática, funciona como um empréstimo feito a um banco, você empresta seu dinheiro e, depois, recebe os juros acordados no momento do investimento. 

Geralmente, esses investimentos são mais recomendados para os investidores com perfil conservador porque une o melhor de dois mundos: segurança e rentabilidade. Além disso, é fácil de investir e controlar, oferecendo opções de liquidez diária - a possibilidade de resgatar o dinheiro aplicado a qualquer momento sem perdas. 

 

Como funciona o CDB?


O CDB é semelhante a outros tipos de investimentos de renda fixa, mas existem detalhes que fazem a diferença nesse processo, como o prazo para resgatar o valor investido. 

Nesse quesito, muitas pessoas acabam confundindo o prazo de vencimento com a carência, mas eles não são sinônimos. O prazo de vencimento, por exemplo, é a data em que o seu dinheiro ficará aplicado no CDB conforme estipulado pelo banco e quando finalizado a instituição terá que devolver o dinheiro a você com os juros combinados. 

Já a carência se refere ao prazo mínimo que o seu dinheiro fica em posse do banco sem a possibilidade de retirá-lo, mas após esse prazo é possível resgatar o investimento quando desejar.

Porém, essas questões de datas precisam ser observadas atentamente, lembrando que o CDB de liquidez diária é o mais confortável, pois não tem carência e pode ser resgatado quando quiser, enquanto estiver ativo. 

Outro ponto importante é que no CDB existem três tipos de rentabilidade, são elas:

  • Pré-Fixado

Como o nome sugere, a taxa de juros já é estabelecida no momento da aplicação, ou seja, você sabe quanto o investimento vai render antes do vencimento do prazo do título. 

 

  • Pós-Fixado

A rentabilidade dos CDBs pós-fixados é atrelada a um indicador da economia, por exemplo o CDI. Com isso, os rendimentos estão sujeitos às oscilações até o momento do vencimento. Ou seja, você só terá uma previsão do rendimento no prazo de resgate. Se o indicador subir, seus rendimentos também aumentarão. 

 

  • Híbrido

O CDB híbrido é a união do pré-fixado com o pós-fixado. Aqui, é estabelecida uma parte da rentabilidade no momento da aplicação e outra parcela é atrelada a um indicador econômico, como o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo, considerado um termômetro da inflação).

 

Os tributos que incidem sobre os CDBs


Esses títulos de CDB podem ter dois tipos de tributos: o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incide sobre investimentos com a aplicação e resgate feitos em menos de 30 dias e o Imposto de Renda, ambos incidem sobre a rentabilidade e não sobre o valor aplicado.

No IR, o percentual de desconto nos títulos de CDB são regressivos. Ou seja, quanto maior o tempo de aplicação do seu dinheiro, menor será o desconto sobre o rendimento, inclusive existe uma tabela para você observar o valor da alíquota sobre o seu investimento, sendo:

 

Período 

Alíquota 

CDB de até 180 dias 

22.5%

CDB de 181 a 360 dias

20%

CDB de 361 a 720 dias

17.5%

CDB acima de 721 dias 15%

15%



Por que investir no CDB?


O CDB é um investimento que oferece diversas vantagens. Veja a seguir por que o CDB pode ser uma boa opção para multiplicar seu dinheiro: 

 

  • Segurança: para investimentos de até R$ 250 mil por instituição financeira, com o total de R$ 1 milhão por CPF, o título de CDB está segurado pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ou seja, tem a garantia que não perderá o dinheiro, caso o banco quebre ou não consiga devolver a quantia no prazo estipulado. 

 

  • Facilidade: investir em CDB é simples e todo o processo é feito pela internet de forma rápida, basta transferir o dinheiro para conta da instituição que oferece e, em alguns minutos, o investimento é realizado. 

 

  • Rentabilidade: os rendimentos são, geralmente, bem superiores ao  da poupança e, ainda, tem a vantagem de ter uma previsibilidade em relação ao rendimento, caso escolha a rentabilidade pré-fixada. Outro ponto interessante é que o CDB possui rentabilidade diária. Já a poupança necessita completar o "aniversário" mensal para ter rentabilidade.

 

Mas, afinal, como investir no CDB?


Se você quer saber como faz para investir no CDB, confira o passo a passo: 

  1. Abra uma conta em uma instituição financeira que ofereça esse tipo de investimento;
  2. Escolha a modalidade desejada: pré-fixado, híbrido ou pós-fixado;
  3. Transfira o dinheiro para a conta - o valor mínimo de investimento varia entre as instituições, é possível encontrar algumas que começam com R$ 1 mil. 

 

Faça seu dinheiro render com um investimento 


Investir é uma oportunidade de fazer seu dinheiro render, trabalhando para você. Quem quer alcançar a independência financeira com facilidade, segurança e uma boa rentabilidade, não pode deixar de considerar o CDB na sua carteira de investimento, além de procurar a instituição ideal. 

Em breve, teremos CDBs no Mercado Pago. Acompanhe nossos conteúdos e assine nossa newsletter para não perder nenhuma novidade!

 

New call-to-action


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados